“VIVA SHEILA!” e “ALCKMIN ASSASSINO!”

sheila

A festa de entrega do Prêmio Raça Negra, na Sala São Paulo, anteontem, teve o reverendo americano Jesse Jackson, teve a judoca Rafaela Silva, teve Arlindo Cruz, entre os agraciados; teve o meu parceiro Chico César, BNegão, Liniker, Jussara Marçal e Rubi cantando para a “minha” intérprete Elza Soares – e ela, a grande homenageada da noite, cantando também. Mas nada foi, para mim pelo menos, tão comovente quanto a presença de Sheila Cristina Nogueira da Silva – a mulher q, há cinco meses, perdeu um filho de 20 anos morto por uma bala perdida atirada pelo Bope no Morro do Querosene, no Rio. Sua imagem com o rosto manchado do sangue do filho, na ocasião, ficará para sempre. Sheila estava exatamente na cadeira da minha frente, na plateia. Foi muito duro conter as lágrimas ao vê-la subir ao palco, receber o prêmio e falar (mais tarde, acordei aos prantos, no meio da madrugada). Entre algumas caretices, o evento teve um momento tenso, quando foram apresentados números do genocídio de jovens negros no país. Entre os gritos q se ouviram, um ecoou com destaque: “Alckmin assassino!”, para o governador presente.

Por  Carlos Rennó
Letrista de música popular, produtor artístico e jornalista.

renó

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *