A gente sempre volta ao lugar que foi FELIZ

Às vezes demoro a sofrer. . .por pura teimosia.

verinha-2

Hoje foi o dia escolhido, aquele que o coração avisa: renda-se! Deixa logo sair, não aguento mais segurar essa dor para você. Ela está aqui inteira, deixa sair, vai aliviar, talvez adormeça e fique menor. Talvez liberte e deixe espaço para entrar uma alegria.

Mas faça por inteiro, não fique no caminho. Vamos fazer aquela adiada viagem. Coloque suas botas e seu casaco de lã vai fazer frio, porém vai valer à pena.

Ande a vontade por essa cidade, reveja todos os seus lugares nas calçadas que guardam suas pisadas, encontre todos os sorrisos que deixou lá perdido, é uma dor de saudade, uma dor de reencontro, apenas mais uma dor.

Não esqueça nenhum momento, nenhum beijo, nenhuma noite, nenhum dia, recolha com a cabeça limpa, sem mágoas a felicidade que por sorte viveu. É mesmo assim, nada é eterno. Apenas cristalize na memória uma cidade que foi sua, uma casa, todas as esperanças, faz parte das andanças. Faz parte de uma história que é sua não adianta fugir.

verinha-3

Deite-se naquela cama de colcha cheias de flores em tons de vermelho, acione a persiana elétrica que lhe espantou deixando o quarto muito escuro do jeito que  você gosta. Se jogue, e olhe para o teto…  Feche os olhos lentamente , ouça a música, sinta o gosto do vinho no céu da boca, do doce saído do forno, do travesseiro de açúcar.

Lamente se assim quiser, chore se for preciso, sinta a mão que lhe afagava, a voz que lhe chamava, o vento beijando seu rosto, na janela do carro em alta velocidade, numa estrada qualquer… as pedras, os castelos, o encantamento , todas as descobertas que lhe aqueciam.

As nove malas na chegada, a mudança que não determinava tempo. A esperança sempre pronta. O sabor do peixe fresco, o azul único daquele céu que tanto amou.

Não esqueça nada: nem o homem que se perdeu, nem o amor que os envolveu, nenhuma negação. Apenas ande, pare nas lojas compre suas echarpes, suas bolsas grandes e coloridas.

Pronta? Então vamos lá, vou bater mais forte, não estranhe, nesse país até a palavra saudade  existe, é por isso que estamos indo para lá ,deixe por lá inteiro tudo que foi bom.

Essa dor tem que sair, vá buscá-la, já é tempo de se reconciliar com esse passado, que parece tão distante, mas continua a cada dia trazendo pedacinhos de lamentos.

Me libera  moça, sou apenas um coração.

E por ser seu sinto-me cansado e no limite.

Já foram tantas que aguentei e sei que aguentarei mais essa. Depois de tudo acertado, prometo que não vai mais doer. Ficará perdida como tantas outras das quais você nem se lembra mais.

Não esqueça as fotos, as canções, o sotaque, ouça tudo, veja com os mesmo olhos, essa liberdade está ao seu alcance, coloque sua coragem no lugar certo, vai ser bom. Esse fado precisa ser ouvido e essa felicidade reconhecida. Está encoberta de magoas e se continuar assim, vai perder a melhor parte. Seja sincera: teve encantos e belezas. Confesse bem agora para todas as suas paredes. Suba até o Castelo que você adora e lá do alto admire mais uma vez essa cidade que adotou um dia . Confesse como Neruda, recite os poemas de Pessoa, olhando para aquela linda Torre vendo o grande rio passar. Mergulhe como Clarice, ame como Drummond. E repita como Adélia: Não, não é a morte que estou procurando é a Vida!

verinha-4

Sentimento saudade amor.

Por Vera Vianna

siga @atrizveravianna

vera blog certa 150x150 Não me Retiro...Eu sou Presente...O Retiro dos Artistas é Nosso ...

 

 

 

 

 

http://blogveravianna.com.br/author/admin/

Quando trabalhava no Jornal do Brasil ao entrevistar Nelson Rodrigues foi convidada para protagonizar o filme ENGRAÇADINHA, de seu livro ASFALTO SELVAGEM, assim, ingressando na carreira artística. Hoje atriz , jornalista, blogueira e escritora.

3 comments

  1. Vera Vianna

    Como sempre, essa porta que se abre e acolhe meus escritos, é de muita beleza.Fico lisonjeada e muito feliz por ter essa parceria, Sou publicada e lida e isso me deixa cheia de motivação para continuar escrevendo.
    Obrigda Malu Scruzz e Daniel Ferraz , por estarmos juntos nessa permanente conexão. Obrigadaaaa! Amo vcs. bjss

  2. Madja Mesquita Brandão

    Madja Mesquita Brandao Querida te conheço pelas palavras e atitudes .La se vão mais de quarenta anos…Por ter convivido pouco mas intensamente com você. Por sua alegria mesmo em momentos difíceis , sua verdade, sua coragem na vida,
    seus trabalhos, sua força, sua presença forte, sua luz. Meus comentários são sinceros assim como minha gratidão por ter vc como amiga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *