“Nosso Ofício”

escrevendocomumapena

DA FINALIDADE DO TRABALHO

Não trago mensagem
na voz

Quando escrevo
é a vida que
exercito
para
que
tudo o que exista
em mim fique
escrito

Por isso não trago
mensagem na
voz

É missão de
quem escreve
apenas eternizar o que foi
breve

EUNICE ARRUDA

(do livro “O chão batido”, incluído em “Poesia Reunida”, Pantemporâneo, 2012)

Maluz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *