Menos vaidade e mais conteúdo, por favor! por Evaristo Magalhães

tragédia 1

Ver um corpo bonito é uma delicia.  É um tesão vibrar com pelos, poros, seios, panturrilhas, boca … Porém, olhar apenas não basta. Não conseguimos conjugar todos os sentidos de uma única vez e em um mesmo objeto. Não conseguimos exercitar todos as nossas percepções ao mesmo tempo. É uma questão de concentração. Depois de olhar – queremos tocar. É realmente delicioso sentir a maciez de uma pele lisa e riscá-la – levemente –  com a ponta dos dedos. É indescritível o prazer de tocar com os lábios e roçar a língua em um belo invólucro corporal. Podemos também usufruir do cheiro que a epiderme exala. O corpo que olhamos, tocamos e cheiramos pode ser natural ou artificial – quando formatado pela tecnologia ou por substâncias  químicas. Há belos corpos esculpidos por anabólicos ou por dispositivos técnicos do mercado estético. Uma vez visto, tocado e cheirado, queremos escutar o que este corpo definido tem a dizer. O que esperamos ouvir não vem de uma herança genética e nem pode ser comprado. Menos vaidade e mais conteúdo, por favor! Menos envelope e mais consistência, por favor! Menos arrogância e mais humildade, por favor! O que esperamos ouvir pode ser catastrófico. O ideal seria encontrar um corpo bonito de ver, de tocar, de cheirar e de escutar. Infelizmente, estamos tendo que nos privar do mais importante de todos os sentidos humanos: o ato de ouvir o outro. Estamos nos coisificando.

Por Evaristo Magalhães

Filósofo e Psicanalista

evaristo 150x150 Sobre MARIA BETHÂNIA…por Evaristo Magalhães

 

 

 

 

 

http://evaristomagalhaespsicanalista.com/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *