Por Ivo Morganti

Meninos e, principalmente Meninas

ivoCom muita alegria estou escrevendo aqui no blog da minha, sempre querida amiga, Malú Scruzz. Malú é dessas pessoas que a gente guarda eternamente no coração. Demos muitas risadas juntos quando trabalhávamos no CTN.

Ela desenvolvia um projeto maravilhoso  resgatando o folclore nacional. Como me escalou, prontamente atendi e  estou aqui para externar meus pensamentos para a meninada, de todas as idades, que curte o blog.

A principio pensei – vou falar sobre as mulheres – imediatamente deixei de lado essa ideia. Até porque seria muita pretensão falar sobre as mulheres.

Nós, simples espécimes do sexo masculino, por mais que tentássemos, não conseguiríamos falar sobre esse ser em estágio muito mais avançado que o nosso.

As meninas amadurecem mais rápido. As moças são mais persistentes, decididas e objetivas que nós e as mulheres  são  nossas condutoras pela vida inteira.

Cheguei a conclusão que mulher é a melhor coisa do mundo, senão vejamos: A coisa que o homem mais gosta é de mulher, tem mulher namorando com mulher e tem homem querendo virar mulher !!! Não é incrível ? Brincadeiras a parte resolvi mostrar nos meus textos aqui no blog uma visão masculina de tudo que acontece ao nosso redor.

Defendo a teoria de que o jornalista não faz a história, muito embora tenha muitos deles que tem essa pretensão. O verdadeiro jornalista reporta, relata a história e é isso que procuro fazer em meus comentários. Se eu, por vezes, for um pouco mais ácido me desculpem.

É o meu jeito. Se você não concordar ou até mesmo se enfurecer com alguma coisa que eu escrevi, me xingue, pode xingar, esbraveje e solte todos os impropérios que lhe vierem à mente. É assim que nos relacionamos de maneira democrática. È assim que nos comportamos com liberdade real.

Sou jornalista há mais de trinta anos. Fiz de tudo em jornalismo e desenvolvi, também, uma carreira de produtor e diretor de programas de televisão. Trabalhei com o Silvio Santos durante muito tempo e fui um dos responsáveis por um dos programa de jornalismo de maior índice de audiência do Brasil, em toda a história da televisão, o AQUI AGORA.

Fomos durante muito tempo, principalmente em São Paulo, o “Arauto do povo. Demos voz a essa gente sofrida. Hoje os programas que tentam nos imitar são infinitamente inferiores.

Retratam apenas os fatos policiais que existem por aí. Execram o ser humano e dão ao telespectador a ideia errada de que o mundo é 99% ruim. Não e verdade. O mundo é 99% bom, bonito, gostoso de se viver, mas isso é assunto para uma outra hora.

Quis, apenas, nessa primeira conversa com você, me apresentar, falar da minha felicidade em estar com a Malu e deixar solta no ar essa energia sensacional que emana das coisa que ela faz.

Sou de descendência italiana. Sou um toscano, de Luca. Dizem que não é muito bom  porque os Luchesi são explosivos, estourados e extremamente contundentes.

Sou um pouco assim mas, graças a Deus, nasci no Brasil e por isso mesmo tenho o bom humor, a alegria contagiante e visão otimista dessa doce gente que acabou formando a raça brasileira.

Nos vemos por aqui

Ivo Morganti

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *