MEDICINA INTEGRATIVA…

alexgrey-cura

A PRÁTICA DA MEDICINA QUE REAFIRMA O CONCEITO DA BOA RELAÇÃO ENTRE O PRATICANTE E O PACIENTE VEM SENDO CHAMADA MEDICINA INTEGRATIVA.

Seu foco está no indivíduo como um todo e não apenas na doença, é baseada em evidências, faz uso de todo o arsenal terapêutico apropriado e multi-profissionais de saúde para alcançar os melhores resultados nesta relação.

De um lado temos a medicina convencional, diagnósticos, cirurgias e farmacoterapia. Estes serviços, então, estendem-se a terapias físicas, nutricionais, movimento e exercício, psicologia e a terapias complementares tais como acupuntura, fitoterapia e suplementos, terapias de redução de estresse e intervenções mente-corpo.

É uma abordagem médica que integra tratamentos da medicina convencional com terapias consideradas complementares ou alternativas.

É neste momento que surge o paradigma da Medicina Integrativa, pois, ela é confundida como “Medicina Complementar” ou “Medicina Alternativa”. Porem é muito mais, pois, como dito acima, ela se utiliza de todos os bons recursos da Medicina Convencional associados a métodos terapêuticos complementares apropriados em benefício da saúde e do bem-estar do indivíduo incluindo aqui os aspectos psicossociais e até mesmo a dimensão espiritual que pode ser relevante na vida daquele indivíduo. Ela leva pacientes e provedores de saúde a uma relação de parceria com objetivo de atingir um estado de equilíbrio.

Os profissionais adeptos desta abordagem defendem que os tratamentos são mais eficazes quando o paciente é encarado como um “sistema integrado” (corpo, mente e espirito).

Como a medicina convencional está mais focada nas duas primeiras pernas desse tripé, seria válido recorrer a tratamentos alternativos, que tenham uma fundamentação científica mínima, para proporcionar o bem-estar geral da pessoa.

Um profissional médico que seja praticante da Medicina Integrativa, observa além da queixa do paciente, observa a sua alimentação e o seu estado emocional e psíquico.

Segundo o renomado Dr Andrew Weil, um dos papas da medicina integrativa, a medicina convencional seria ideal para contornar crises e situações de emergência e os métodos complementares, recomendados para a prevenção e manutenção da saúde. (moa)

Fonte: https://www.facebook.com/ProjetoDePesquisaCientificaBaseadoNoJohrei/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *