Entrevista com Alex Morenno Coreógrafo da Comissão de Frente da Tom Maior – Por Lucia Freire

alex 2015

Alex Morenno, é  Ator, Diretor, Bailarino e Coreógrafo, atuando em diversos segmentos. Desde 2012 é coreógrafo de Comissão de Frente do Grêmio Recreativo Escola de Samba Tom Maior da capital paulista.

Na televisão interpretou Luck (Lucas Porto) na novela “Cama de Gato” 2009/2010 de Duca Rachid e Thelma Guedes. No teatro fez “Mambo Italiano” direção de Marcos Caruso.

Dirigiu o infantil “A Cigarra e as Formigas” ainda em cartaz. Coreografou Carrossel O Show, a tour oficial e dançou em diversos eventos, incluindo a festa Fever.

Na entrevista ele fala de tudo isso e muito mais…. E o melhor, em  clima de Carnaval !!!

alex 32Entrevista com Alex Morenno    

1-Como surgiu o convite para ser o coreógrafo da Tom Maior?

AM-1  Fui convidado por uma das integrantes da Tom Maior, Aluã Froes pra dar uma assistência pro coreógrafo em 2011, depois disso ele saiu e eu fui convidado pra assumir!

2-A responsabilidade de um coreógrafo e enorme. Vira um relacionamento com a escola. O que te motivou a aceitar o convite?

 AM 2– Eu nunca tinha coreografado uma comissão de frente e sabia da responsabilidade, mas eu praticamente me criei no samba, sempre estive envolvido com o carnaval de alguma maneira, e isso me motivou a colocar em prática algumas ideias!

3-A sua estreia na escola foi marcada com um grande acontecimento. Você estava recebendo só nota 10 até que o episódio do rapaz que invadiu a apuração puxando e rasgando o ultimo envelope exatamente onde estava a sua nota. Isso fez com que você viesse com mais fome.

AM3-Meu coração estava na boca! Eu não sabia como seria a repercussão do meu trabalho, não tinha uma base, exatamente pq era o primeiro ano. Lembro que quando saiu o primeiro 10 eu chorei e gritei muito! É a maior adrenalina que já vivi! Quando ele rasgou as notas, era como se ele tivesse de alguma forma rasgando meu coração também. Era uma sensação de impotência e curiosidade, que poderia me guiar pelos próximos anos. Mas como todos, levantamos a cabeça e tocamos o barco!

alex 2015 1

4-Como você se prepara para o grande dia?

 AM4– Engraçada essa pergunta, porque eu passo o dia todo que antecede o desfile me enganando, mentindo pra mim mesmo hahahaha, tipo, como se o que está prestes a acontecer não fosse comigo ou como se fosse demorar meses ainda. Mas quando chega a hora, é sempre uma nova estréia e um escuro total, é uma sensação de morte e vida!

5-O nervosismo aumenta na frente dos jurados ou é o mesmo durante todo o desfile?

AM5– Em 2013 eu coreografei e fui também um dos integrantes, fizemos “A Vida Como Ela É” do Nelson Rodrigues e como ator e bailarino era um prato cheio pra colocar minhas idéias na avenida. Me lembro que próximo às cabines dos jurados eu pensava “É tudo ou nada” ao mesmo tempo que esse tudo ou nada se espalhava pela avenida toda, então sim e não. Aumenta a pressão porque é a hora que você está sendo julgado, mas também não diminuo a intensidade em nenhum momento pra tentar chegar no coração do público de forma geral!

6-Você imaginava que um dia seria coreógrafo de escola de samba?

AM6– Sim, eu imaginava. A muito tempo acompanhei o Carlinhos (de Jesus) na sua estréia como coreógrafo da Mangueira quando fizeram os malandros de ‘Chico Buarque”, eu era muito novo, mas ali tive a certeza que um dia também ocuparia aquele cargo. Sempre coreografei e dancei na minha vida para diversos segmentos e minha formação como ator contribuiu e contribui muito pra isso.Então cedo ou tarde algo em mim me dizia que eu estaria no carnaval, e sou muito grato por ainda estar! rs

7-Você começa a pensar nos preparativos da comissão assim que divulgam o enredo?

AM7- Já teve anos em que eu tinha algo já formatado pelo carnavalesco então teria que ser apenas (como se não fosse muito) o coreógrafo. Em outros, e nesse especificamente, participei de toda a criação, desde o que contar na comissão, quanto as fantasias, e concepção de um modo geral.

Mauro Quintaes é muito generoso e tenho aprendido muito com ele. Claro que discordamos em alguns pontos também, mas pelo menos ele me deixa trabalhar com a possibilidade de colocar todas as minhas idéias na avenida. É uma troca, um jogo onde cada jogador tem sua função mas todos estão reunidos num único objetivo.

alex5

8- Há quatro anos na Tom Maior, na sua visão o que mudou com relação ao o carnaval? 

AM8–  Passei a entender que nem tudo vai acontecer como imaginei que fosse, que existe algo maior e transformador.

Entendi que aceitar desafios de última hora faz parte do pacote e que o trabalho como coreógrafo é apenas mais um em meio a tantas responsabilidades que se assume ao fechar com uma escola de samba. Políticas internas, egos, e tantas outras coisas que vão além do nosso querer.Passei a ver o carnaval de forma mais simples e ao mesmo tempo ainda mais sagrada.

Me dei conta da contribuição que posso dar aos integrantes independente de notas ou conclusão de trabalho. Mas como amadurecimento, que as vezes dói, mas também é de uma alegria sem fim.

9-Você tem algum enredo em mente que sonha em coreografar?

AM9 –Tenho sim! Não paro de pensar sobre, inclusive… hahahahahaha

Quando entrei na Tom Maior queria fazer “Amores Impossíveis” e ano passado alguma escola de SP fez algo por ali… o plano das idéias é algo muito louco, elas ficam vagando numa nuvenzinha até que alguém vá lá e as tome nas mãos. Agora eu tô com uma estética muito poderosa na cabeça mas não vou falar sobre (risos) só posso adiantar que assisto muitas séries e esse tema é meio recorrente na minha vida. Carambaaaaa quero fazer!! hahahaha

alex1

10-Alex Morenno. O que você faria por tudo ou nada?

AM10– Sou do tipo incansável! Touro com ascendente em leão! Por tudo ou nada eu dedico integramente meus dias e noites, meu corpo, mente e coração.

Mas tem que valer a pena, não saio mais me entregando nesse ponto por algo que sei que não vai vingar. Hoje em dia sou do tudo ou nada dentro de uma certa rede de segurança… até  pra me manter com saúde!

(samba oficial 2015 Tom Maior)

Por Lucia Freire

lucia

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *