BRASILEIRA, HOJE APANHA DE TUDO… por José Ewerton Neto

ronda

Pois é, parece que depois do 7 a 1 da Alemanha, a sina do Brasil para apanhar, tão cedo não vai ter fim. Haja vocação!

Apanha no futebol desde pra Alemanha até pra futebol pirata do Paraguai. Apanha do dólar todo dia. Apanha na educação, apanha no PIB e apanha no mercado financeiro.

Já a brasileirinha(o) apanha do Imposto de renda, apanha de música sertaneja, apanha de flanelinha e apanha de político corrupto.

Não e de estranhar hoje que apanhe desde Ronda Policial a… até de Ronda Mulher.

Bastaram 30 de segundos para que Ronda ( a americana) enchesse de bolacha a brasileira Bete Correa e a colocasse de joelhos. E, pior ainda disse para a coitada não chorar, depois que a brasileira, antes da luta encarou a americana pedindo-lhe justamente para não chorar.

A diferença entre apanhar de ronda policial para apanhar de Ronda mulher, segundo Bete ( que mesmo assim prefere apanhar da americana) é que apanhando de Ronda Mulher só se chora depois. De ronda policial se chora antes e se chora depois.

 

Por José Ewerton Neto

Escritor  poeta e jornalista

jose everton neto 150x150 Seleção Semanal Recanto da Poesia

 

 

 

 

 

http://www.joseewertonneto.blogspot.com

Entre suas obras publicadas, Estátua da Noite (poesia), A Ânsia do Prazer (novela), O menino que via o além e A morte dos Mamonas Assassinas. O autor é membro da Academia Maranhense de Letras.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *