A FORÇA DO TEATRO por Oswaldo Mendes

teatro

Quando há seis meses Maria Fernanda Cândido me convidou para dirigir uma leitura na Casa do Saber e eu sugeri “Trotski no exílio”, a ser lida por atores e não atores, eu não sabia o tamanho da encrenca. Além do trabalho de adaptação, cotejando a primeira tradução do cineasta Luís Sérgio Person feita há 40 anos com as edições francesa e espanhola do texto, havia outro desafio a vencer. Reunir o elenco para dar conta de uns 50 personagens históricos, do protagonista Trotski a obscuras figuras da revolução russa de 1917.
Começou então o trabalho de convidar amigos de todas as tribos para defender o texto de Peter Weiss. Com alegria descobri que mais personagens existissem, mais amigos estariam dispostos a participar da leitura. Hoje, dia seguinte da leitura na Casa do Saber, dedicada ao Person que sonhou um dia encenar a peça, quero agradecer ao meu elenco brilhante, nomeado um a um, incluindo aqueles que, no último momento, por problemas de trabalho e outros não puderam comparecer. Aí está, por ordem de entrada em cena:
Antonio Fagundes, Selma Luchesi, Adriano Bedin, Mika Lins Glasberg, Silvia Helena Camossa, Marco Antonio Rodrigues, Florestan Fernandes Júnior,Tadeu Souza, Vladimir Sacchetta, Lauro César Muniz, Antonio Petrin, Danilo Santos de Miranda, Roberto Ascar, Cláudio de Oliveira, Rudifran Almeida Pompeu, Ricardo Dantas, Márcio Boaro, Carlos Palma, Walter Breda, Jefferson Del Rios, Cida Moreira. Rubens Velloso, Otavio Frias Filho, Mônica Bérgamo, Tin Urbinatti, Barbara Abramo, Miguel Langone Jr.,Haroldo Costa Ferrari, Graça Berman, Carlos Meceni, Jairo Mattos,Rodolpho Gamberini, Maria Fernanda Cândido, Tuna Dwek, Pedro Venceslau, Ugo Giorgetti, Ninho Moraes, Luiz Amorim, Andre Falcao Ator,Jose Alvaro Moises, Paulo Markun, Antonio Marcus, Guilherme Peres, Eduardo Tolentino, Ailton Graça, Guilherme De Barros, Ivo Müller,Wanderley Costa Lima, Kil Abreu, Riba Carlovich, Ubiratan Brasil e Adriana Dham.

 

Por Oswaldo Mendes

Ator, diretor, autor de teatro.

osvaldo 150x150 Memória.. Barbara Heliodora por Oswaldo Mendes

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *